29 de novembro de 2010

Posse responsável para donos de gatos

(Não é um post fofinhho)


matenha seu gato saudável dentro de casa! pela saúde dele e pela sua consciência

Eu já perdi alguns bichos na vida. Perder um bichinho de estimação é uma dor sem tamanho.

Todo mundo fala que passa depois de um tempo. É mentira. Não passa. Você se acostuma com a dor, se acostuma a viver sem seu bichinho, mas não esquece. Só esquece quem vê seu bichinho como um simples animal de estimação, não como um amigo, um companheiro, um integrante da família, como se diz.

Mas tem algo que eu não me acostumo, de jeito nenhum. É a angustia que toma conta quando seu bichinho  sai e continua na rua por dias. Sem saber o que aconteceu, você fica esperando, imaginando o que pode ter acontecido, uma espera que parece não ter fim.

Isso acontece frequentemente com gatos.

Eu já perdi alguns gatos porque deixáva-os sair de casa, até que um dia não voltaram mais. Ficar olhando na janela com olhos compridos, atenta a qualquer miado, perguntando para os vizinhos, dia após dia, procurando na rua pra ver se encontra, nem ao menos o gato morto para acabar com a angústia... é desesperador

Por tudo isso eu já passei, até que a última vez em que Damião saiu e não voltou, eu tive a certeza que não agüentaria passar por tudo isso novamente.

Ser um tutor responsável não é só dar comida e água, é zelar pela saúde e bem estar do seu gato!

Muitos donos acham que o gato tem correr, caçar, porque esse é o instinto do animal. OK! mas há perigos lá fora que o gato, mesmo sendo tão esperto, não consegue se defender.

Primeiro, os gatos brigam na rua pra demarcar território ou então por causa de uma fêmea no cio. Se você nunca viu dois gatos machos brigando, acredite, não é nada bonito. Eles se machucam muito, às vezes a ponto de não conseguirem voltar pra casa. E podem morrer.

Não preciso nem dizer que há o risco de doenças. São inúmeras que seu gato pode pegar fora de casa.

Mas você pode dizer que seu gato é castrado e vacinado então ele pode sair pra passear, né?

Mesmo assim seu gato pode cair de um telhado alto. Damião foi um gato sortudo, mas nem todos conseguem voltar. Às vezes se machucam, são escorraçados pelos donos das casas e dos quintais. Ou morrem.

Às vezes os gatos são atropelados enquanto comem algo na rua ou brincam com algum inseto. Apesar de serem espertos não conseguem fugir da velocidade de um carro.

Se machucam em pregos, pedaços quebrados de vidros e tijolos, o que pode gerar uma infecção.

Além disso, acreditem,  os gatos são discriminados por pessoas religiosas e ignorantes, principalmente se o gato for preto (já tive dois, sei do que estou falando). E muita gente maltrata os bichanos porque acham que trazem mal agouro.

E o pior de tudo, as pessoas não são nada responsáveis ao colocar veneno de rato (mais conhecido como chumbinho) nas portas de casa, ruas e quintais. Misturam o veneno com comida, que atrai o gato que come, e acaba morrendo.

Eu tenho certeza que você não quer que nada disso aconteça com seu bichano. Então não acostume seu gato a sair de casa. Eu sei que dá trabalho limpar a areia sanitária todos os dias, mas não vale a pena o sacrifício.

Coloque telas nas janelas e você terá seu amigo saudável e feliz do seu lado. Afinal, ele não vai sentir falta da rua se ele não conhecê-la.

E se alguém lhe dizer que seu gato desapareceu porque deve ter encontrado água e comida em outro lugar. Não acredite. Pois se não acontecer nada de mal com ele, ele volta pra casa.


VERMIFUGUE, VACINE, CASTRE!

Obs.: Damião voltou, e tem sido mantido dentro de casa desde então. Saudável e feliz! 

6 Comentários

♥ Erika Saab disse...

Oi, que ótimo post. Um alerta para donos de gatos. Eu já perdi um porque comeu veneno de rato numa casa da vizinhança, a dona da casa até saiu avisando para as pessoas prenderem seus gatos e cachorros por alguns dias que ela tava tentando se livrar dos ratos e ia colocar veneno, mas como é imporssível saber de todo mundo de um bairro que tem animais de estimação, nós não fomos avisados e o nosso gatinho saiu na rua e comeu o veneno. Foi muito triste!

Jacymara Coelho disse...

Erika, espero que esse post cumpra o meu desejo de alertar os donos de gatos, para que não percam seus bichinhos.

Ser responsável é um ato de carinho.

Obrigada pelo comentário

Anônimo disse...

Vc tem razão no q disse, cuido dos meus animais como amigos q são. Amo meus gatos, mas tenho vizinhos q acham q os animais perturbam, pensam q somente eles podem viver no planeta, colocam veneno pra acabar com os gatos dos vizinhos. Perdi vários, incluisive um de 14 anos. Não foi somente comigo, com outros vizinhos também. E eram animais q andavam no muro, pq moro em cidade pequena e o contato com vizinhos é mt próximo. Minha casa é cercada de telinhas, mas mesmo assim tem gente q faz isto somente por pura maldade. Beijos.

Jacymara Coelho disse...

Pois é Anônimo, os gatos são bastante independentes, difíceis de controlar, por isso o cuidado redobrado. Aqui em casa, como não moro sozinha, não pude deixar os gatos dentro de casa, eles tem acesso livre à rua. Fico com o coração na mão toda vez que eles demoram mais de um dia pra voltar. Gatos são animais muito especiais.

Obrigada pelo comentário.

italovalerio disse...

Ótimas colocações.
Detalhes muito importantes, abordados no filme "Animais Precisam de Carinho"
http://youtu.be/unKz6pV1eDA

Parabéns!

Arte da disse...

Parabéns! muito linda essa postagens, q todos se conscientize e tome as devidas precauções com o seu bichinho. Eu tenho uma gatinha e vive dentro de casa, amo demais, pra mim é a minha bebê.
bjus e muita saúde e alegria pra vc e o Damião.

Postar um comentário

Olá,
Sinta-se à vontade de comentar o que quiser, pois seu comentário é muito importante para a construção do Crônicas mal passadas..

Você também poderá gostar de:

^